Após ataques, governo declara emergência

Autoridades indianas decretaram ontem estado de emergência nas principais cidades do país, temendo mais ataques como as 17 explosões quase simultâneas de sábado, que deixaram 49 mortos e mais de 160 feridos em Ahmedabad, no Estado de Gujarat (oeste). A polícia prendeu 30 suspeitos em Ahmedabad e encontrou outras duas bombas que não foram detonadas. Militares, policiais e forças paramilitares patrulhavam a cidade. Um grupo pouco conhecido, denominado Mujahedin da Índia, assumiu a autoria dos atentados. A milícia afirmou que também foi a responsável pelo atentando em Jaipur em maio, que deixou 63 mortos.

O Estadao de S.Paulo

28 de julho de 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.