REUTERS/Neil Hall
REUTERS/Neil Hall

Após atentado, número de turistas na Espanha deve cair em 200 mil em 2017

Visitantes provavelmente trocarão o destino por outros países vizinhos, como França ou Itália

Célia Froufe, CORRESPONDENTE / LONDRES, O Estado de S.Paulo

18 Agosto 2017 | 13h13

LONDRES - A consultoria britânica Euromonitor Internacional calculou hoje que, por causa do ataque terrorista em Barcelona ontem, a Espanha deixe de receber 200 mil turistas em 2017. Esses visitantes, de acordo com a ferramenta Travel Forecast Model (modelo de previsões de viagem) da empresa, provavelmente trocarão o destino por outros países vizinhos, como França ou Itália.

A projeção da Euromonitor é a de que toda a Espanha receba um volume de 7,6 milhões de turistas estrangeiros este ano, dos quais, cerca de 10% (cerca de 7,6 milhões de pessoas) em direção à Barcelona. O país, de acordo com a consultoria, é o segundo destino mais procurado no mundo, atrás somente da França. "Nesse cenário, a taxa anual de crescimento esperada para 2017 em relação ao ano anterior seria diminuída em 0,3 ponto porcentual, de 3,1% para 2,8%", calculou em email enviado ao Broadcast.

O Reino Unido é a maior fonte de turistas da Espanha. Com o ataque, 46 mil turistas provenientes do Reino Unido provavelmente deixarão de visitar a Espanha, calculou a companhia. A Euromonitor informou ainda que, no ano passado, 372 mil pessoas saíram do Brasil rumo à Espanha. Não há, no entanto, previsão de que o número de turistas provenientes do Brasil seja reduzido devido ao ataque. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.