Loren Elliott / Reuters
Loren Elliott / Reuters

Após atingir EUA, Dorian chega ao Canadá como ciclone pós-tropical

Furacão devastou as Bahamas deixando pelo menos 43 mortos. Em seguida, passou pela Carolina do Sul e atingiu o solo da Carolina do Norte, nos Estados Unidos

Redação, O Estado de S.Paulo

08 de setembro de 2019 | 04h16

O furacão Dorian chegou ao Canadá como um ciclone pós-tropical atingindo a província Nova Escócia no sábado, 07, com chuvas torrenciais e ventos fortes. Não há registro de mortos ou feridos no distrito, apesar de incidentes causados pela tempestade.

No centro de Halifax, capital da Nova Escócia, um guindaste tombou e colidiu com um prédio em construção. Em outro ponto da cidade, o telhado de um edifício foi arrancado pelo vento. Centenas de pessoas ficaram sem energia elétrica.

Em sua conta no Twitter, o primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, afirmou que monitora a situação de perto e fez um apelo para que a população de áreas atingidas pelo ciclone fique atenta a alertas de autoridades locais.

Antes de chegar ao Canadá, a tempestade passou pela Carolina do Sul e atingiu o solo da Carolina do Norte, nos Estados Unidos. No entanto, os maiores danos do Dorian foram causados nas Bahamas, onde o furacão atingiu a categoria cinco - classificação mais alta para esse tipo de fenômeno. Lá, pelo menos 43 pessoas morreram e o número de vítimas ainda pode aumentar com o avanço das buscas entre os escombros. / AP e Reuters

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.