Após cancelamento das cúpulas, Abe chega a Manila

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, chegou nesta sexta-feira à noite a Manila para uma visita mais curta do que se previa, após o cancelamento das cúpulas da Asean e da Ásia Oriental, por causa do mau tempo e das ameaças de atentados terroristas.Abe deve se reunir com a presidente das Filipinas, Gloria Macapagal Arroyo, e retornar ao Japão no domingo, após assinar vários acordos bilaterais. O primeiro-ministro japonês considerou "decepcionante" o cancelamento da Cúpula da Associação de Nações do Sudeste Asiático (Asean) e da Cúpula da Ásia Oriental, que estavam marcadas para os dias 11 e 13 de dezembro, respectivamente, em Cebu, cerca de 600 quilômetros a sudeste de Manila.O fórum da Ásia Oriental teria a participação de Austrália, China, Coréia do Sul, Índia, Japão, Nova Zelândia e todos os integrantes da Asean, que é formada por Brunei, Camboja, Filipinas, Indonésia, Laos, Malásia, Mianmar (Birmânia), Cingapura, Tailândia e Vietnã.Abe pretendia conversar com os governantes da China e Coréia do Sul sobre assuntos como a ameaça nuclear norte-coreana e as relações com a China. Manila anunciou inesperadamente o cancelamento das cúpulas, que reuniriam 16 chefes de Estado. O argumento foi a chegada à região do tufão "Seniang".No entanto, o serviço meteorológico filipino "Pagasa" afirmou na sexta-feira que tinham deixado claro aos organizadores que a tempestade tropical não afetaria diretamente Cebu. Assim, aumentam as suspeitas de que questões de segurança estão por trás da decisão.Estados Unidos, Austrália, Reino Unido, Japão e Nova Zelândia anunciaram nos últimos dias recomendações de não viajar a Cebu, citando informações de que "os terroristas se encontram na fase final de preparação de ataques".As autoridades filipinas tentaram nos últimos dias atenuar o impacto das advertências. Mas os principais jornais do país comentam em seus editoriais a fragilidade da desculpa oficial.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.