Após chuvas, Paquistão terá US$ 1 bi para reconstrução

O Paquistão receberá um empréstimo de US$ 1 bilhão do Banco Mundial para ajudar na reconstrução do país, bastante prejudicado por enchentes, afirmou hoje o Ministério das Finanças em comunicado. Grandes porções do Paquistão foram inundadas pelas cheias, que mataram pelo menos 1.500 pessoas e afetaram 20 milhões.

AE, Agência Estado

20 de agosto de 2010 | 11h29

"Um total de US$ 700 milhões deve estar disponível para a recuperação inicial e os projetos de reconstrução, enquanto um total de US$ 300 milhões deve ser usado para financiamento de importações para a resposta às enchentes", explicou o comunicado.

O número de mortes pode ainda subir bastante, conforme o tamanho do estrago é contabilizado pelo governo. Além disso, milhares de pessoas estão presas pelas águas e precisam receber ajuda logo, afirmam observadores. Estradas, pontes, linhas de transmissão de energia, escolas e sistemas de irrigação foram bastante danificados, prejudicando uma economia que já sofre com a violência contínua.

O Banco Central do Paquistão informou, também hoje, que oferecerá novos financiamentos, a taxas menores, para os fazendeiros e pequenos empresários prejudicados pelas chuvas. A instituição também relaxará as normas para concessão de empréstimos que impõe a outros bancos e os ajudará com os prejuízos que eles possam ter por pagamentos não saldados. A intenção é estimular os bancos a realizar empréstimos, a fim de estimular a economia nas áreas afetadas. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
PaquistãoempréstimoBanco Mundial

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.