Após conflito entre Coreias, CS da ONU deve se reunir

O Conselho de Segurança (CS) das Nações Unidas deve realizar uma reunião de emergência para discutir o ataque de artilharia realizado pela Coreia do Norte contra uma ilha sul-coreana, informou hoje uma fonte diplomática da França. "Uma sessão emergencial do conselho está sendo organizada. A França é muito favorável a isso", disse a fonte, pedindo anonimato.

AE, Agência Estado

23 de novembro de 2010 | 11h00

A ação norte-coreana deixou dois militares da Coreia do Sul mortos, além de feridos. Já Pyongyang afirma que estava apenas reagindo a provocações de Seul na zona de fronteira. Vários países já demonstraram preocupação com o clima tenso na península coreana. Potências mundiais incluindo os Estados Unidos, a Rússia, o Japão e a União Europeia condenaram o ataque. A China, único importante aliado da Coreia do Norte e forte parceiro econômico desse país, demonstrou preocupação com a crise.

Mais cedo, a ministra de Relações Exteriores da França, Michele Alliot-Marie, pediu à Coreia do Norte que acabe com as provocações e condenou firmemente o ataque na ilha de Yeonpyeong, no Mar Amarelo. "A França pede à Coreia do Norte que acabe com as provocações e evite qualquer novo ato que possa levar à piora das tensões regionais", afirmou a ministra em comunicado. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.