Korean Central News Agency/Korea News Service via AP
Korean Central News Agency/Korea News Service via AP

Após cúpula intercoreana, ministro chinês visitará Coreia do Norte

Chefe da diplomacia chinesa irá a Pyongyang para continuar as negociações para reduzir as tensões na península coreana

O Estado de S.Paulo

30 Abril 2018 | 02h24

PEQUIM – O ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, visitará a Coreia do Norte na próxima semana para continuar as negociações para reduzir as tensões na península coreana, informou o governo chinês.

A reunião será a primeira tratativa entre a Pequim e Pyongyang após a cúpula intercoreana da última sexta-feira, 27. Segundo o porta-voz do ministério, Wang discutirá também o encontro entre o ditador norte-coreano Kim Jong-un e o presidente americano Donald Trump, previsto para o fim de maio ou início de junho. No mês passado, Kim visitou secretamente a China, onde se reuniu com o presidente Xi Jinping.

+ China comemora suspensão de testes nucleares da Coreia do Norte

Em nota, o governo chinês informou que a viagem será entre a próxima quarta e quinta-feira.

+ Líder norte-coreano diz que desiste de arsenal nuclear se EUA não atacarem

Considerada a maior parceira econômica da Coreia do Norte, a China sofreu com uma queda no comércio com Pyongyang após a imposição de sanções contra o regime norte-coreano. //ASSOCIATED PRESS

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.