Após demissão, mulher volta a fábrica e mata 2 nos EUA

Uma mulher que havia acabado de ser demitida de uma fábrica da Kraft Foods, na Filadélfia, Estados Unidos, voltou ao local com uma arma e disparou contra ex-colegas de trabalho, segundo informações da polícia. Duas pessoas morreram e uma ficou ferida durante o ataque ocorrido ontem. A mulher foi detida na própria fábrica, afirmou o tenente Frank Vanore.

AE-AP, Agência Estado

10 de setembro de 2010 | 10h58

Antes de ser presa, a mulher ainda disparou contra um policial. Sete pessoas estavam perto dela no momento da prisão, disse Vanore, mas ninguém foi feito refém. O jornal Philadelphia Inquirer informou que havia cerca de 100 pessoas na fábrica no momento do ataque. As identidades da agressora e das vítimas não foi revelada.

"Escutei os tiros e corri. Enquanto eu descia a escada, eles gritavam: ''Oh Deus, tem três pessoas baleadas''", contou Andy Ryan, que trabalha há 30 anos na fábrica da Kraft Foods, maior fabricante de alimentos processados dos Estados Unidos.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAviolênciamulherdemissãotiros

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.