Após dia violento, situação volta ao normal em Beirute

Após um dia marcado por intensa violência e alguns protestos, a situação em Beirute começa a voltar ao normal. De acordo com dados da Segurança do Interior do Líbano, pelo menos três pessoas morreram e 133 ficaram feridas na terça-feira.Embora ainda seja possível observar restos das barricadas utilizadas para interromper o trânsito, as vias da capital libanesa foram desbloqueadas nesta quarta-feira e a população saiu às ruas normalmente.A oposição liderada pelo grupo xiita Hezbollah iniciou no dia 1º de janeiro uma série de protestos contra o primeiro-ministro libanês, Fouad Siniora.Além de exigir a renúncia do premier, seus opositores defendem a formação de um governo de união nacional, no qual sejam consideradas as diferentes comunidades que formam a população do país.Na noite de terça-feira, líderes da oposição decidiram suspender a convocação de uma greve geral que, a princípio, seria realizada por tempo indeterminado.Siniora deve viajar nesta quarta à França, onde participará da conferência Paris III, que começa na quinta-feira e abordará a reconstrução do país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.