Após dois dias, Nova Zelândia suspende lockdown em Auckland

O bloqueio de Auckland foi o primeiro no país em cerca de seis meses, depois que uma forte paralisação nacional no início da pandemia parecia ter eliminado amplamente a transmissão local

Reuters, O Estado de S.Paulo

17 de fevereiro de 2021 | 03h40

A Nova Zelândia suspendeu nesta quarta-feira, 17, o lockdown em sua maior cidade, Auckland. Os quase 2 milhões de residentes da cidade foram colocados em um confinamento emergencial na segunda-feira, 15, após ter sido detectada a presença da variante de covid-19 proveniente do Reino Unido em uma família local.

As autoridades de saúde relataram três novos casos de covid-19 transmitidos localmente, todos decorrentes da mesma casa que testou positivo para a variante.

O bloqueio de Auckland foi o primeiro no país em cerca de seis meses, depois que uma forte paralisação nacional no início da pandemia parecia ter eliminado amplamente a transmissão local.

O novo surto levou a vizinha Austrália a suspender um acordo que permitia aos neozelandeses entrar no país sem cumprir um período de quarentena de hotel de 14 dias.

A Nova Zelândia deve começar a vacinar seus 5 milhões de habitantes contra o novo coronavírus em 20 de fevereiro, após ter recebido a vacina Pfizer-BioNTech no início desta semana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.