Ivan Alvarado/Reuters
Ivan Alvarado/Reuters

Após dois meses, perfuradora alcança mineiros presos no Chile

Resgate dos operários deve demorar quase 10 dias; previsão inicial para término da operação era dezembro

AP, Reuters e EFE,

09 de outubro de 2010 | 09h09

ACAMPAMENTO ESPERANZA - A perfuradora

T-130, a mais avançada das três que trabalham na operação de resgate na mina San José, chegou ao local onde os 33 mineiros presos no Chile. A máquina alcançou os operários, presos a 700 metros da superfície desde o dia 5 de agosto, por volta das 8h30 (9h30 de Brasília) deste sábado, 9. A chegada era esperada logo após a chegada, um pouco mais cedo, do ministro da Mineração, Laurence Golborne.

 

Veja também:

especialInfográfico: animação mostra como será o resgate

 

No Acampamento Esperanza, montado nas proximidades do local, os familiares das vítimas esperavam emocionados. A informação de que uma perfuradora conseguiu chegar ao local gerou celebrações, provocou lágrimas e alegrias. "Meu coração está saindo", disse a mãe de Jimmy Sanchez, um mineiro de 19 anos. Vários familiares, que se mantiveram em vigília ao redor da mina desde o desastre, que soterrou as 33 pessoas, escalaram uma encosta na qual 33 bandeiras chilenas estão fincadas e comemoraram com gritos de alegria e com sirenes, confirmando a conquista.

 

O próprio ministro de Mineração, Laurence Golborne, e os integrantes da equipe de resgate, liderada pelo engenheiro Andrés Sougarret, se abraçaram com os familiares. "Os mineradores sabem o processo que vem agora e estão muito tranquilos, mais calmos do que a imprensa ao menos", brincou o ministro em uma breve e improvisada entrevista coletiva em que

informou que durante o dia serão desmontadas as 105 peças da perfuradora para introdução de câmeras para examinar o conduto.

 

"Levamos 33 dias de perfurações para chegar ao local onde estão os 33 mineradores (...), agora não podemos nos apressar para definir situações importantes, vamos levar o tempo que for necessário",

detalhou Golborne diante da ansiedade da imprensa para saber o dia exato do resgate final. "Ainda temos um longo caminho a percorrer, muito trabalho para

fazer e precauções a serem tomadas. Mas hoje alcançamos um marco importantíssimo", ressaltou o titular de Mineração.

 

"Estamos tranquilos. Esta é a última etapa. Estamos aguentando fazem meses. Esperaremos até que termine", falou Samuel Avalos, de 70 anos, que também tem um filho preso na mina.

 

Apesar da euforia, o resgate de todos mineiros deverá demorar de três a oito dias e só deve começar na terça-feira, já que, após o término da escavação, uma equipe de especialistas terá de fazer uma revisão técnica das condições do túnel para determinar se será necessário o uso de um revestimento em toda a sua extensão para evitar acidentes na hora do resgate.

  

Atualizado às 11h19 para acréscimo de informações

Tudo o que sabemos sobre:
ChileMineirosResgateMineiros no Chile

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.