Após explosões, polícia liberta reféns no Paquistão

A polícia paquistanesa entrou em um hospital que foi invadido por homens armados e libertou reféns, após cinco horas de impasse. O conflito começou com a explosão de uma bomba no corredor, fora da sala de emergência, o que deixou pelo menos cinco mortos na província de Quetta, no sudoeste do Paquistão.

AE, Agência Estado

15 Junho 2013 | 15h24

Familiares e amigos estavam reunidos no hospital para acompanhar as vítimas de outra explosão. Antes do incidente, pelo menos 11 pessoas morreram e 19 ficaram feriadas com a explosão de outra bomba perto de um ônibus que transportava estudantes universitárias.

O dia também foi marcado pela destruição de uma propriedade histórica e também de outras partes de Quetta por parte de militantes. Ninguém assumiu a responsabilidade pelos ataques deste sábado, 15. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.