Após fraude, Afeganistão começa a preparar segundo turno

Hamid Karzai terá de disputar presidência contra ex-ministro após invalidação de vitória em primeiro turno

Efe,

22 de outubro de 2009 | 08h09

A Comissão Eleitoral do Afeganistão (IEC) começou o envio de material eleitoral às províncias, em preparação para o segundo turno das eleições presidenciais do próximo dia 7 de novembro, informou nesta quinta-feira, 22, o porta-voz do órgão.

Veja também:

link Autoridades eleitorais afegãs são afastadas antes do 2º turno

especial 30 anos de violência e caos no Afeganistão

O envio inclui as urnas, os selos e a tinta para marcar aos que já votaram, mas as cédulas, consideradas material "sensível", serãoenviadas com apenas 48 horas de antecedência para evitar fraudes, disse o porta-voz da Comissão, Noor Mohammed Noor.

A IEC convocou há dois dias um segundo turno após invalidar os votos fraudulentos das eleições de 20 de agosto e confirmar que oatual presidente, Hamid Karzai, não tinha alcançado a maioria absoluta necessária para revalidar mandato.Karzai enfrentará o ex-ministro de Exteriores Abdullah Abdullah.

Karzai obteve, segundo a apuração inicial, 54,6% dos votos, suficiente para proclamar-se presidente sem necessidade de um segundo turno, mas após o cálculo da fraude a percentagem caiu a 49,67%, abaixo da necessária maioria absoluta.

Entre as mudanças no segundo turno para evitar fraudes está a redução de quase 10 mil sessões eleitorais (de 26 a 16 mil) na tentativa de reduzir as dificuldades logísticas de se realizar eleições em uma data tão próxima e o afastamento de mais da metade dos fiscais eleitorais (200 de 380) por não se ajustarem aos procedimentos requeridos ou serem cúmplices diretos da grande fraude do primeiro turno.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.