Após homenagem, mineiros perdem jogo de futebol contra autoridades do Chile

Mineiros resgatados jogaram partida contra time do presidente Sebastián Piñera.

Marcia Carmo, BBC

25 de outubro de 2010 | 19h18

Mineiros chilenos comemoram gol em partida no palácio presidencial

Após serem homenageados no palácio presidencial do Chile, os 33 mineiros resgatados neste mês participaram nesta segunda-feira de uma partida de futebol contra autoridades chilenas, incluindo o presidente, Sebastián Piñera.

A equipe do presidente - batizada de "Operação Resgate" - venceu por 3 a 2 o time dos mineiros, chamado de "Esperança", nome do acampamento ao redor da mina.

O presidente Piñera recordou, em tom de brincadeira, a promessa feita assim que os mineiros foram resgatados. "Fizemos uma aposta, e os homens cumprem suas palavras e pagam suas apostas. O time vencedor iria ao (palácio presidencial chileno) La Moneda e o perdedor voltaria para o fundo da mina", afirmou. Ele disse ainda que os mineiros "são bons jogadores, mas estavam um pouco fora de forma, apesar de terem técnica".

"Vamos ter que voltar para o fundo da mina", brincou, logo em seguida, o mineiro e ex-jogador da seleção chilena, Franklin Lobos.

Realizada no histórico Estádio Nacional, a partida teve duração menor a que caracteriza as partidas clássicas de futebol, com apenas 20 minutos em cada um dos dois tempos.

Virada

Os mineiros tinham iniciado o jogo marcando dois a zero, o que levou os apresentadores do noticiário 24 Horas, da emissora de televisão TVN, a principal do país a afirmarem: "Apesar dos 70 dias debaixo da terra, eles estão muito melhor que os adversários".

Logo depois, o time adversário reverteu o quadro e saiu vitorioso.

Pouco antes do jogo, o presidente Piñera recebeu os 33 mineiros - 32 chilenos e um boliviano - no palácio presidencial e entregou a cada um uma réplica da cápsula Fênix 2, com a qual foram resgatados.

Vestidos de terno e gravata e acompanhados por seus familiares, muitos se emocionaram.

Num discurso, diante das câmeras de televisão, Piñera se referiu ao "milagre da mina São José" e voltou a sinalizar que planeja anunciar um pacote de medidas para o setor trabalhista em geral, para dar "maior segurança e dignidade" aos trabalhadores do país.

Na saída da cerimônia, uma multidão aplaudiu os mineiros, que acenaram e deram autógrafos.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
mineiroschilejogofutebolpinera

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.