Charles Platiau/Reuters
Charles Platiau/Reuters

Após longa negociação, sequestrador libera reféns em escola na França

Homem armado invadiu complexo educacional em Vitry-sur-Seine e manteve refém o pai de um aluno

AE, Agência Estado

10 de julho de 2012 | 09h17

PARIS - O homem armado que na manhã desta terça-feira, 10, fez pais e alunos reféns em uma escola na cidade de Vitry-sur-Seine, França, liberou todas as vítimas. Ninguém ficou ferido e ele já está preso, disse a policia.

 

O sequestro aconteceu no começo do dia, quando pais deixavam as crianças no complexo, que inclui berçário e escolas de ensino fundamental. Os colégios franceses estão em período de férias, mas ainda realizam atividades.

 

A maioria dos reféns foi liberada rapidamente, afirmaram os policiais. Mas um pai de aluno ficou em poder do sequestrador por várias horas. Logo depois que o último refém deixou a escola, o homem se entregou, disse o prefeito Pierre Dartout.

 

Negociação

 

Equipes da tropa de elite francesa negociaram com o sequestrador por horas e o levaram em custódia. Ele também não ficou ferido.

 

Pouco se sabe sobre o homem, mas um oficial de justiça contou que ele tem cerca de 30 anos, vive em Vitry e não tem ficha policial. A fonte falou em condição de anonimato.

 

Com AP

Mais conteúdo sobre:
Françasequestro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.