Após matar 9 nas Filipinas, tufão Hagupit segue para Hong Kong

Tempestade tropical deixou ainda 13 trabalhadores filipinos soterrados em uma mina por causa das inundações

Efe,

24 de setembro de 2008 | 01h24

O tufão Hagupit se dirige nesta quarta-feira, 24, a Hong Kong, após passar pelo norte das Filipinas, onde nove pessoas morreram e 13 trabalhadores continuam soterrados em uma mina por causa das inundações e dos deslizamentos de terra. O Conselho Coordenador de Desastres Nacionais das Filipinas apontou em seu último relatório que outras 15 pessoas permanecem desaparecidas. O número de afetados pelo Hagupit chega a 10.352, dos quais cerca de 200 se encontram em centros de evacuação. A tempestade tropical, com ventos superiores a 160 km/h no epicentro, se encontra nesta quarta-feira 780 quilômetros ao noroeste de Laoag, norte das Filipinas, e 190 quilômetros ao sudeste de Hong Kong, informou o Serviço Meteorológico Filipino. As equipes de emergências continuam trabalhando para socorrer pelo menos 13 trabalhadores soterrados na terça-feira passada em uma mina de ouro ao norte de Luzon. "Não sabemos se eles estão vivos ou mortos, torcemos para que tenham encontrado um refúgio lá abaixo, e que tenham ar para respirar", explicou o responsável das equipes de resgate, George Baywong. Ilocos Norte, no norte do arquipélago, foi a província mais castigada pelo tufão, com mais de 30 aldeias inundadas pelas chuvas e 5.067 desabrigados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.