Após quatro dias de caos, voos começam a normalizar na Europa

Entretanto, transtornos, cancelamentos e atrasos continuam a pôr em risco o feriado de milhares de pessoas às vésperas do Natal.

BBC Brasil, BBC

22 de dezembro de 2010 | 09h39

Acúmulo de neve no sábado foi de 13 cm em uma hora

Milhares de passageiros presos nos aeroportos e estações de trem europeus por causa do mau tempo devem conseguir embarcar nesta quarta-feira, embora ainda estejam previstos cancelamentos e atrasos.

A situação é pior na Grã-Bretanha, onde diversos aeroportos continuaram prevendo transtornos e linhas ferroviárias registram atrasos e cancelamentos.

Um dos aeroportos mais moventados do mundo, Heathrow, na Grã-Bretanha, diz que pretende operar dois terços dos voos, depois da reabertura de sua segunda pista de pousos e decolagens na terça-feira.

Entretanto, os passageiros continuam sendo aconselhados a só se dirigir ao aeroporto com a confirmação de seu voo.

"Todo mundo pensa que, com ambas as pistas abertas, a situação (em Heathrow) vai melhorar. Temo que os atrasos só piorarão hoje, com mais 60 mil passageiros (que não voarão)", disse à BBC o jornalista Simon Calder, editor do caderno de viagens do jornal "The Independent".

O aeroporto tem sido criticado pela demora em limpar a neve que caiu no sábado, gerando em uma hora um acúmulo de 13 cm. A autoridade aeroportuária britânica, BAA, afirmou que investigará a conduta dos diferentes aeroportos para "tirar lições" da nevasca do fim-de-semana.

Outros importantes aeroportos britânicos, como Edimburgo, na Escócia, e Birmingham e Gatwick, na Inglaterra, alertaram para mais transtornos.

Na Escócia, a previsão é de mais temperaturas em torno dos 20 graus negativos. A neve continuou caindo no centro e no leste da Inglaterra, e no País de Gales.

No setor ferroviário, o trem Eurostar, que liga a Grã-Bretanha à França pelo Canal da Mancha, disse que operará 43 de suas 52 partidas diárias da estação de St. Pancras, em Londres.

Um especialista em transporte ferroviário criticou o grupo, afirmando que a direção do Eurostar deveria "se envergonhar" de não ampliar a oferta de trens.

Resto do continente

Os transtornos também afetaram aeroportos no resto da Europa. Em Frankfurt, o maior aeroporto alemão, cerca de 550 voos - de um total de 1,3 mil - foram cancelados na terça-feira.

Na França, cerca de 5 mil pessoas passaram a noite no aeroporto Charles de Gaulle, em Paris, segundo o jornal "Le Monde".

Na Suécia, cujo aeroporto é um dos mais equipados do mundo para lidar com a neve, os atrasos afetam principalmente os voos com destino à Grã-Bretanha.

A Comissão Europeia se disse "extremamente preocupada" com o nível de transtorno "inaceitável" causado pelo mau tempo.

Segundo o Conselho Internacional dos Aeroportos (ACI), a associação profissional de autoridades aeroportuárias europeias, 88% dos voos com saída ou destino na Europa estão operando.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
climanevefrioentendagra-bretanha

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.