Aposentado ateia fogo ao próprio corpo na Romênia

Um aposentado romeno de 59 anos ateou fogo ao próprio corpo e outro homem ameaçou cometer suicídio do lado de fora do palácio presidencial em Bucareste, aparentemente em protesto por causa das condições de vida no país.

AE, Agência Estado

08 de junho de 2011 | 13h43

O porta-voz do serviço de ambulâncias, Bogdan Oprita, disse que o aposentado foi hospitalizado com queimaduras, mas que sua condição era estável. O jornal Jurnalul National informou que ele gritou palavras de ordem contra o presidente antes de atear fogo a si mesmo.

Outro homem subiu num poste de luz do lado de fora do palácio presidencial e por seis horas ameaçou se suicidar. Ele desceu após conversar com policiais. O homem de 27 anos disse que não tem dinheiro para pagar seu aluguel.

A Romênia impôs duras medidas de austeridade depois de receber um empréstimo de 20 bilhões de euros (US$ 28 bilhões) de instituições financeiras em 2009. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Romêniaprotestoautoimolação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.