Apresentação de Powell terá recursos de multimídia

A apresentação do secretário de Estado dos EUA, Colin Powell, ao Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas será cercada de recursos de multimídia, contrastando com as apresentações solenes e comedidas feitas por Hans Blix, chefe da equipe de inspetores de armas da ONU, e pelo secretário-geral da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), Mohamed el-Baradei, na segunda-feira (dia 27) da semana passada. Segundo o site da CNN, Powell apresentará vídeos, slides e fitas gravadas por serviços de inteligência que servirão como evidências para sustentar a tese da administração George W. Bush de que o Iraque enganou os inspetores de armamentos da ONU. Uma autoridade descreveu a apresentação como uma narrativa completa, cheia de histórias e subenredos. Powell não ficará sentado. Ele usará um microfone sem fio para se mover enquanto fala. A sessão pública da ONU está prevista para começar às 13h30. A programação prevê que Powell será o primeiro a fazer seu pronunciamento, mas se o secretário-geral Kofi Annan desejar falar, as regras determinam que ele antecederá o secretário de Estado. O pronunciamento de Powell deverá durar entre 60 e 90 minutos. Os outros 14 membros do Conselho também falarão sobre o tema, com cada um ocupando o microfone por sete ou oito minutos, em um procedimento que deverá durar pelo menos duas horas. O embaixador do Iraque, Mohammed Al-Douri, que foi convidado a se pronunciar embora o país não seja membro do conselho, deverá se manifestar no final da sessão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.