Aprovação de Bush sobe para 59%, diz pesquisa

A captura do ex-presidente iraquiano Sadam Hussein e a economia americana dando mostras cada vez mais claras de recuperação não puderam surtir efeitos melhores nos índices de aprovação do presidente Geroge W. Bush. Recente pesquisa divulgada pelo diário Washington Post aponta um índice de aprovação da ordem de 59%, o mais alto desde agosto - quando os americanos experimentaram severas baixas militares no Iraque - , sugerindo que Bush seja um forte candidato à reeleição no ano que vem.A pesquisa também demonstra que os americanos estão bastante satisfeitos com a condução da política econômica e com a campanha no Iraque. Três em cada cinco pesquisados disseram aprovar a postura norte-americana no país. Com relação à economia, pela primeira vez desde abril, mais da metade do público pesquisado aprova a performance do presidente: 51%. Os altos índices de aprovação fazem de Bush um sério candicado à reeleição em 2004. Perguntados se votariam no atual presidente ou em algum outro candidato democrata, 50% optaram por George W. Bush contra apenas 41% do eventual candidato democrata.Democratas - A pesquisa também aponta um forte crescimento do candidato Howard Dean frente a seus colegas democratas, pouco antes das eleições primárias dentro do partido. Porém, quando comparado a Bush, Dean ficou muito atrás na pesquisa pela preferência do norte-americano, sobretudo com relação à sua capacidade de lidar com desafios domésticos e de segurança nacional. Muitos democratas revelaram ainda não conhecer bem o candidato ou suas posições quanto a esses assuntos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.