Alex Cruz/Efe
Alex Cruz/Efe

Aprovação de Calderón cai no México

Cerca de 48% dos mexicanos acreditam que o país vai por 'um caminho muito ruim'

estadão.com.br

29 de novembro de 2010 | 09h27

CIDADE DO MÉXICO - O nível de aprovação do presidente do México, Felipe Calderón, caiu em comparação ao ano passado, informa o jornal mexicano El Universal, citando dados de uma pesquisa publicada nesta segunda-feira, 28. Segundo a sondagem, a aprovação caiu de 50,4% em novembro de 2009 para 45,7% em novembro de 2010.

 

Além da queda na aprovação de Calderón, a pesquisa registrou que 48% dos mexicanos consideram que "o país vai por um caminho muito ruim". Os entrevistados também deram nota 6,2 para a gestão do presidente. Em novembro de 2009, a nota era de 6,6.

 

Os entrevistados citaram a segurança pública precária como o principal problema do México, seguido do desemprego, o desempenho ruim da economia e a corrupção. Apesar disso, a maioria ainda confia em Calderón - 53% dizem confiar muito ou um pouco no presidente, enquanto 41% dizem confiar muito pouco ou nada.

 

O México sofre principalmente com a violência do narcotráfico, concentrada nas áreas de fronteira com os EUA. Desde que o presidente Felipe Calderón assumiu a presidência, em dezembro de 2006, e declarou guerra ao tráfico de drogas, mais de 29.000 pessoas morreram em ações relacionadas ao crime organizado.

Tudo o que sabemos sobre:
CalderónaprovaçãoMéxico

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.