Aprovação de García no Peru cai a 30% em maio

O índice de aprovação do presidente do Peru, Alan García, caiu para 30% em maio, em comparação a 32% em abril e 34% em março, segundo levantamento publicado neste domingo pelo instituto de pesquisa Iposos Apoyo Opinion Y Mercado.

AE, Agencia Estado

17 de maio de 2009 | 13h54

O levantamento, realizado entre 13 e 15 de maio com um mil entrevistados, revelou que 62% desaprovam o governo de García, que voltou à presidência em julho de 2006.

O primeiro mandato de García como presidente foi entre 1985 e 1990, quando suas políticas econômicas levaram o Peru à hiperinflação e caos econômico.

A queda de maio foi atribuída a preocupações com a inflação e o desemprego, e também à crença de que promessas feitas por García não estão sendo cumpridas.

Na atual gestão, García tem implementado políticas favoráveis ao mercado. No ano passado, o produto interno bruto (PIB) peruano cresceu 9,84% e economistas projetam para este ano uma nova expansão de até 4%. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
PeruGarcíaaprovação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.