Stringer/Reuters
Stringer/Reuters

Aprovação de Putin é a pior em seis anos, aponta pesquisa

Índices de Medvedev também sofrem queda; avaliação, porém, ainda é considerada boa

Reuters

21 de julho de 2011 | 20h30

MOSCOU - Os índices de aprovação dos governantes russos são os piores registrados nos últimos seis anos, indicam pesquisas divulgadas nesta quinta-feira, 20. A notícia chega para no momento em que o presidente Dmitri Medvedev e o primeiro-ministro Vladimir Putin se preparam para as eleições, marcadas para 4 de março do ano que vem. Ainda assim, a aprovação é considerada alta.

 

A taxa de aprovação de Putin é de 68%, segundo o levantamento do instituto independente Levada. É pior índice dos últimos seis anos. Já Medvedev está com a pior avaliação desde que assumiu a presidência - tem 66%. A pesquisa foi feita com 1.600 pessoas em 130 cidades.

 

Putin se tornou premiê em 2008, ajudando Medvedev a chegar na presidência, já que o primeiro não podia concorrer a um terceiro mandato. Os dois disseram que não vão se enfrentar na corrida presidencial, mas qual dos dois representará o partido Rússia Unida no pleito é algo que ainda não foi definido.

 

Um outro levantamento indica que o Rússia Unida deve perder o controle dos dois terços do Congresso nas eleições parlamentares de dezembro. Ainda assim, a legenda deve conseguir 291 dos 450 lugares na Câmara Baixa, aponta a enquete do VTsIOM.

Tudo o que sabemos sobre:
PutinMedvedevRússiaEuropaeleições

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.