Aprovada lei que reprime protestos

O Conselho da Federação (Câmara Alta do Parlamento russo) aprovou ontem por 132 votos a favor, 1 contra e 1 abstenção uma lei que instaura multas consideráveis a participantes e organizadores de atos de protesto em casos de distúrbios. A nova lei, que já havia sido aprovada pela Câmara Baixa, a Duma, desencadeou um escândalo, onde a oposição denunciou um aumento da repressão do governo do presidente Vladimir Putin. Para a oposição, a lei é uma flagrante violação da Constituição.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.