Aprovada proibição de bases estrangeiras

A Assembléia do Equador aprovou ontem a proibição de bases militares estrangeiras no país, uma medida que impedirá os EUA de manterem seu único posto militar na América do Sul, considerado um importante centro no combate às drogas. A proibição consta de uma cláusula da nova Constituição que irá a referendo no final do ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.