Apuração mexicana será divulgada na internet

O resultado de cada uma das 130.477 seções da eleição presidencial mexicana de 2 de julho será divulgado pela internet, anunciou nesta terça-feira o Instituto Federal Eleitoral (IFE), depois de uma série de denúncias de irregularidades.O objetivo da decisão é provar que os resultados das mesas "são os mesmos que foram apurados e, uma vez somados, constituem os resultados finais da eleição", disse Hugo Concha, diretor de capacitação e educação do IFE.O candidato presidencial Andrés Manuel López Obrador impugnou os resultados de pelo menos 50 mil seções eleitorais. O Partido da Revolução Democrática (PRD) levou o caso ao Tribunal Eleitoral Federal.O Partido Ação Nacional (PAN), do candidato Felipe Calderón, o mais votado nas eleições, também apresentou diversas impugnações. Ele recebeu pouco mais de 15 milhões de votos e ganhou oficialmente com 243.934 votos (0,58 ponto percentual) de vantagem sobre López Obrador.O PRD apresentou entre segunda e terça-feira quatro vídeos que supostamente provam que houve "irregularidades" nas eleições.O IFE esclareceu que em um dos vídeos a imagem foi mal interpretada. Segundo o escritório, a urna que aparecia não estava sendo enchida ilegalmente, e sim recebendo de um funcionário de mesa de votação as células já tinham sido postas numa urna errada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.