Árabes não entram com Israel em coalizão antiterror

Os árabes não participarão, ao lado de Israel, de uma campanha de represálias contra os últimos atentados nos EUA, advertiu, nesta sexta-feira pela manhã, o secretário-geral da Liga Árabe, o egípcio Amr Moussa."Não é possível que os Estados árabes participem de esforços regionais e internacionais dos quais participe Israel, porque Israel está massacrando nossa gente", disse Moussa em entrevista à cadeia árabe de televisão al-Jaseera. O secretário-geral da Liga Árabe lembrou que os Estados árabes mantiveram idêntica atitude na Guerra do Golfo, em 1990, quando os EUA lideraram uma coalizão contra o Iraque, que havia invadido o Kuwait.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.