Arábia Saudita envia equipamento militar à fronteira com o Iêmen

REUTERS

24 Março 2015 | 22h46

A Arábia Saudita está enviando equipamento militar pesado a áreas perto da fronteira com o Iêmen, disseram funcionários americanos. A medida ameaça envolver o maior produtor de petróleo do Oriente Médio no conflito iemenita. A Arábia Saudita enviou a artilharia após combatentes do grupo Houthi, apoiados pelo Irã, tomar a cidade de Taiz. A guerra no Iêmen transformou o país num front da disputa entre a Arábia Saudita, que apoia o presidente do Iêmen, Abd-Rabu Mansur Hadi, e o Irã, que o governo saudita acusa de promover o conflito sectário ao dar apoio aos houthis. Forças leais a Hadi expulsaram ontem combatentes houthis de duas cidades que haviam tomado horas antes.

A Arábia Saudita e seus aliados sunitas na região afirmaram no domingo que tomarão as "medidas necessárias" para restabelecer a estabilidade no Iêmen, incluindo a possibilidade de uma ação militar direta. A declaração foi uma reposta ao presidente Hadi, que, isolado em uma base na cidade de Áden, sul do país, pediu ajuda a nações do Golfo Pérsico para lutar contra o avanço do grupo rebelde xiita Houthi, apoiado pelo também xiita Irã.

Mais conteúdo sobre:
Arábia Saudita Iêmen houthis

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.