Arábia Saudita mata número 6 da lista de mais procurados

A Arábia Saudita matou nesta sexta-feira um suspeito ligado à Al-Qaeda, que estava envolvido na morte de quatro franceses, divulgou a agência oficial de notícias SPA.A agência disse que o suspeito, Waleed bin Mutliq al-Radadi, um dos mais procurados militantes no reino, foi morto quando a polícia atacou um prédio residencial na cidade de Medina.Quatro franceses foram assassinados por homens armados no dia 26 de fevereiro no país árabe durante uma viagem pelo deserto. Ninguém assumiu responsabilidade pelo ataque.Um policial também foi morto e dois outros ficaram feridos depois de uma troca de tiros com o suspeito, informou a SPA.Radadi era o número seis na lista dos 15 mais procurados divulgada pela Arábia Saudita em 2005."A morte de al-Radadi é bastante significativa, suas ligações com a al Qaeda fizeram dele um alvo importante", disse um analista de segurança saudita baseado em Dubai.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.