Arábia Saudita não participará da guerra

A Arábia Saudita não irá participar "em nenhuma circunstância" de uma guerra contra o Iraque, anunciou hoje, num comunicado, o rei Fahd. O comunicado, lido pelo príncipe herdeiro Abdullah na televisão saudita, afirma que as forças armadas do país não entrarão "um centímetro" em território iraquiano."Rejeitamos completamente qualquer violação da unidade, independência, recursos e segurança interna do Iraque, assim como uma ocupação militar, e informamos os Estados Unidos da América de nossa posição", acrescentou.Entretanto, o rei não especificou se aviões de combate dos EUA poderão usar o espaço aéreo saudita para ataques no Iraque, ou se aviões americanos na Base Aérea Príncipe Sultan, nos arredores da capital saudita, Riad, terão permissão para participar em ataques.O governo saudita teme represálias contra uma guerra liderada pelos EUA por parte de extremistas muçulmanos entre seu povo. A família real tem se esforçado em negar acusações da oposição de que está permitindo que os EUA concentrem tropas nas bases militares no reino para um ataque ao Iraque, como na Guerra do Golfo, em 1991.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.