Arábia Saudita não será base de ataques contra muçulmanos

O ministro de Defesa da Arábia Saudita, príncipe Sultão, disse que não será permitido o uso das bases militares existentes em seu país para o lançamento de ataques contra árabes ou muçulmanos, disse ele em entrevista publicada neste domingo. "Não aceitaremos que nosso país ou nossos soldados venham a planejar ataques contra árabes ou muçulmanos", disse Sultão em entrevista publicada pelo jornal Okaz, controlado pelo governo. Também neste domingo, o ministro de Interior do reino, príncipe Nayef, disse que os Estados Unidos não informaram oficialmente ao governo local sobre nenhum cidadão saudita acusado de envolvimento com os ataques de 11 de setembro, apesar de o FBI ter informado que pelo menos oito dos 19 suspeitos poderiam ser sauditas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.