Saudi Press Agency via AP
Saudi Press Agency via AP

Arábia Saudita permitirá que mulheres entrem em estádios esportivos em 2018

Autoridade esportiva informou que instalações em Jeddah, Dammam e Riad passam por reformas para 'acomodar famílias no início de 2018'; medida faz parte de reformas implementadas pelo príncipe Mohamed bin Salman para abrir estilo de vida no país

O Estado de S.Paulo

30 Outubro 2017 | 13h02

RIAD - A Arábia Saudita permitirá pela primeira vez que mulheres compareçam a eventos esportivos em três estádios selecionados a partir do início de 2018, informou a Autoridade Geral de Esportes em comunicado.

Para entender: O que as mulheres sauditas ainda não podem fazer

"Os estádios de Jeddah, Dammam e Riad estão sendo preparados para acomodar famílias no início de 2018", disse o comunicado, divulgado pela agência estatal de imprensa saudita na noite de domingo.

No mês passado, a Arábia Saudita anunciou que mulheres poderão dirigir carros a partir de junho do próximo ano, colocando fim à única proibição do mundo contra mulheres motoristas.

O programa de reforma Visão 2030, implantando pelo príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohamed bin Salman, visa abrir o estilo de vida dos sauditas, em parte moldados por uma rígida e conservadora versão do islamismo sunita que limita o papel da mulher na sociedade, e diversificar a economia para além do petróleo. 

Na Arábia Saudita, as mulheres são submetidas à tutela de um homem da família - geralmente o pai, o marido ou o irmão - para poderem estudar e viajar. / REUTERS e AFP

Mais conteúdo sobre:
Arábia Saudita [Ásia]Mulher

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.