Arábia Saudita retira embaixador da Líbia

A Arábia Saudita anunciou que retirará seu embaixador da Líbia, reagindo a informações segundo as quais Trípoli teria conspirado para assassinar o príncipe herdeiro Abdallah. A suposta conspiração para matar o herdeiro do trono saudita foi denunciada inicialmente por agentes americanos em um processo contra um ativista muçulmano nos EUA, que foi sentenciado a 23 anos de prisão por negociar com a Líbia durante o embargo americano contra o país.Numa entrevista coletiva concedida em Riad, o chanceler saudita, príncipe Saud al-Faiçal, informou que um comunicado seria enviado aos líbios, ainda nesta quarta-feira, para que o representante da Líbia na capital saudita seja retirado.O príncipe Saud comentou que o reino se limitará a retirar seu embaixador de Trípoli e à expulsão do representante da Líbia em Riad porque não quer punir o povo líbio. No próximo mês começará uma peregrinação anual aos santuários muçulmanos da Arábia Saudita. Nenhuma das embaixadas será fechada. Não se sabe se o embaixador saudita já deixou Trípoli.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.