Arafat concorda em indicar primeiro-ministro

O líder palestino Yasser Arafat informou, esta manhã, que indicará um primeiro-ministro para ajudar na condução dos assuntos de dia-a-dia, atendendo a um pedido defendido há meses pelos EUA e pela União Européia. Arafat não informou quem será o escolhido, nem estipulou uma data para formalizar a escolha. A decisão poderá melhorar o clima geral para as negociações de paz entre Israel e Palestina, que foram rompidas há mais de dois anos. Os dois lados têm mantido conversas intensas nos últimos dias. Mas o primeiro-ministro de Israel, Ariel Sharon, afirmou que as negociações só serão retomadas plenamente quando acabar a violência e sinalizou que não acredita que seja possível atingir um acordo antes da substituição de Arafat na liderança dos palestinos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.