Arafat contará com Israel ser barrar ataques, dizem EUA

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Colin Powell, afirmou nesta segunda-feira que o líder palestino Yasser Arafat pode esperar uma resposta positiva de Israel caso o chamado dele pelo fim da violência produza resultado.Powell assegurou a Arafat que o governo norte-americano apoia a criação de um Estado palestino, ainda quer que Israel entregue territórios em troca da paz e deseja um fim das construções de assentamentos judeus na Cisjordânia e Faixa de Gaza.Mas primeiro, disse Powell, "queremos ver ações" por parte dos palestinos no sentido de cessar os ataques contra civis israelenses.O porta-voz da Casa Branca, Ari Fleischer, considerou "construtivo" o discurso de Arafat. "Agora o que importa é que o presidente Arafat demonstre que ele tem, primeiro, o desejo, e depois, a autoridade para transformar suas palavras em ações", disse.Powell afirmou que os ataques terroristas, especialmente os executados por militantes suicidas, abortaram uma iniciativa de paz norte-americana na semana passada. O presidente dos EUA, George W. Bush, e Powell deverão receber em breve um relatório do mediador norte-americano Anthony Zinni, que tentou em vão reviver um cessar-fogo entre Israel e os palestinos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.