Arafat divulga comunicado condenando atos terroristas

O líder palestino, Yasser Arafat, "condenou toda a atividade terrorista contra civis israeleneses e palestinos", informou hoje um comunicado oficial."O presidente Arafat e a direção palestina expressam sua condenação a todos os atos terroristas que tenham como objetivo civis, sejam israelenses ou palestinos, e do terrorismo que seja praticado por um estado, grupos ou pessoas", diz o comunicado."Rechaçamos a violência e o terrorismo contra civis como meio para se obter resultados políticos", conclui o manifesto.Arafat condena assim, o ataque de ontem em Jerusalém, que causou a morte de seis israelenses, em um comunicado divulgado em seu nome e da direção palestina, e que foi recebido em Gaza.A delcaração tenta satisfazer as pressões norte-americanas para que Arafat condene os ataques terroristas contra civis israelenses, e foi formulada depois que o secretário de Estado norte-americano Colin Powell, que visita Israel, anunciou que não se reuniria com Arafat até que o líder palestino condenasse o terrorismo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.