Arafat ordena cessar-fogo à Al-Fatah

O presidente palestino, Yasser Arafat, ordenou à Al-Fatah - a principal facção política da Autoridade Palestina (AP) - que detenha suas ações armadas contra Israel. Segundo o jornal israelense , através de uma diretriz do partido que partiu do escritório dos serviços de segurança preventiva na Cisjordânia, Arafat pediu à cúpula da Al-Fatah que se abstenha de abrir fogo contra alvos israelenses. No entanto, há alguns dias o ministro do Interior palestino, Hani Al-Hassan, alto dirigente da Al-Fatah, se havia manifestado a favor de prosseguir com a intifada contra os soldados e colonos israelenses que "ocupam os territórios" palestinos. A Al-Fatah sempre se manifestou contra um cessar-fogo e, pelo contrário, considerou soldados e colonos judeus "objetivos legítimos" da resistência armada contra a ocupação israelense. A Autoridade Palestina pretende reunir-se na quinta-feira próxima com representantes do movimento fundamentalista Hamas no Cairo (Egito), para discutir a cessação dos atentados contra israelenses.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.