Arafat pede maior atuação de Putin no Oriente Médio

Em conversa telefônica, o presidente russo, Vladimir Putin, conclamou o líder palestino, Yasser Arafat, a reprimir o terrorismo, depois que Arafat pediu à Rússia um papel mais ativo no processo de paz no Oriente Médio. Os dois líderes debateram a tensão crescente na Cisjordânia, afirmou a assessoria de imprensa do presidente Putin em nota divulgada nesta segunda. Arafat conclamou a Rússia a tomar medidas para evitar que as coisas piorem, enquanto Putin pediu um esforço internacional coordenado para trazer ambos os lados de volta para a mesa de negociações, diz a declaração.

Agencia Estado,

21 Janeiro 2002 | 19h15

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.