Arafat reitera compromisso de cessar-fogo

O presidente palestino Yasser Arafat reiterou neste sábado seu compromisso de respeitar um cessar-fogo com Israel."Estamos dispostos a cumprir todos os acordos relacionados com o cessar-fogo e confiamos em que o outro lado também esteja, em particular para se pôr um fim aos crimes dos colonos contra nosso povo e nossas aldeias", afirmou Arafat durante uma entrevista coletiva conjunta com o secretário-geral da ONU, Kofi Annan, que está de visita à região. Annan, que se reuniu com o líder palestino para explicar os aspectos políticos de uma trégua auspiciada pelos Estados Unidos, disse que estava satisfeito pelo fato de que ambos os lados tinham concordado em aceitar as recomendações de uma comissão encabeçada pelo ex-senador George Mitchell, que foram utilizadas como base para o atual cessar-fogo, que pôs fim a oito meses e meio de violência. "Por sorte, temos um cessar-fogo que foi aceito por ambas as partes", disse Annan. "Estamos tentando consolidar o cessar-fogo e assegurarmos que ele se mantenha, a fim de que possamos passar para os outros aspectos essenciais e importantes do informe Mitchell", afirmou. Também neste sábado, o exército israelense informou que um projétil foi disparado contra um prédio administrativo próximo a Neve Dekalim, na Faixa de Gaza, e que foram ouvidos tiros na zona. Não há, no entanto, registro de feridos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.