Aranhas tentam sobreviver às enchentes na Austrália

Milhares de aranhas fizeram suas teias sobre vastas áreas atingidas pelas inundações na Austrália, após serem forçadas a buscar abrigo seguindo o aumento dos níveis da água.

REUTERS

07 de março de 2012 | 09h45

Especialistas disseram que as aranhas estão fabricando as grudentas teias para sobreviver às fortes chuvas, que forçaram milhares de pessoas a deixar suas casas na última semana.

"O que vimos aqui é um tipo de aranha-lobo", disse à Reuters o especialista em aracnídeos do Museu Queensland, Owen Seeman. "Elas estão tentando se esconder (das águas)."

As teias de aranha foram vistas na cidade do interior Wagga Wagga, em New South Wales, onde oito mil pessoas foram forçadas a sair de suas casas antes que as águas das enchentes recuassem nesta quarta-feira.

O diretor da coleção de entomologia (estudo de insetos) do Museu Australiano, Graham Milledge, disse que o comportamento das aranhas era conhecido como "balonismo" e era típico após aranhas serem forçadas a fugir de enchentes.

"Elas normalmente fazem isso como forma de dispersar e ir para uma nova área", Milledge disse ao site news.com.au. "Em eventos como esses, elas só estão tentando escapar das enchentes".

(Reportagem de Daniel Munoz, em Wagga Wagga; e de Maggie Lu YueYang, em Canberra)

Tudo o que sabemos sobre:
AUSTRALIAARANHAENCHENTES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.