Arcebispo de Canterbury anuncia aposentadoria

O arcebispo de Canterbury anunciou sua aposentadoria, depois de mais de uma década como líder espiritual dos 70 milhões de anglicanos do mundo e um mandato atormentado por discussões sobre sacerdotisas, clérigos homossexuais e os problemas financeiros da Igreja da Inglaterra. George Carey, de 66 anos, disse que renunciará em 31 de outubro. Os rumores referentes à sua aposentadoria circularam durante diversos dias. A especulação na imprensa britânica sobre quem será seu sucessor também foi muito intensa. Entre os principais candidatos está o reverendo Michael Nazir-Ali, de 52 anos, bispo de Rochester. Ele nasceu no Paquistão e é muito respeitado como perito em relações entre cristãos e muçulmanos, e história da igreja. Nazir-Ali conquistou respeito mundial por suas opiniões sobre o Islã depois dos atentados de 11 de setembro contra os Estados Unidos e a subseqüente ofensiva anglo-americana sobre o Afeganistão. Na Grã-Bretanha, onde recentemente ocorreram confrontos entre brancos e imigrantes do sul da Ásia, Nazir-Ali é visto como uma importante figura, capaz de amenizar tensões entre os diversos grupos étnicos e religiosos do país.

Agencia Estado,

08 Janeiro 2002 | 14h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.