Arcebispo pede ação do Vaticano contra bispo 'gastão'

O presidente da confederação dos bispos da Alemanha, Robert Zollitsch, pediu hoje uma ação rápida do Vaticano para cuidar de mais um escândalo envolvendo integrantes da cúpula católica.

AE, Agência Estado

14 de outubro de 2013 | 12h53

O arcebispo Robert Zollitsch está na Santa Sé para manter o papa Francisco informado sobre o que vem acontecendo na diocese de Limburg, onde o bispo Franz-Peter Tebartz-van Elst causou indignação por causa dos gastos com as obras de seu novo complexo residencial, orçadas em 31 milhões de euros, ou US$ 42 milhões.

As despesas do bispo de Limburg ganharam notoriedade agora que a Justiça de Hamburgo decidiu investigar o caso. Ao mesmo tempo, Francisco vem usando seu papado para chamar padres, bispos e arcebispos a viverem modestamente e evitarem a ostentação.

A jornalistas, o arcebispo Zollitsch disse que não está ali para julgar o bispo Tebartz-van Elst, mas admitiu a preocupação com o caso. Segundo ele, a decisão da justiça de Hamburgo de multar Tebartz-van Elst por falso testemunho foi decisiva para que pedisse uma ação rápida do Vaticano no caso. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Vaticanobispo gastão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.