Argélia mata terroristas da Tunísia, Marrocos e Líbia

Estrangeiros estão entre os 30 membros da Al-Qaeda no Magrebe Islâmico abatidos na semana passada

Efe,

07 de agosto de 2007 | 03h09

Seis supostos terroristas estrangeiros estão entre os 30 membros do grupo Al-Qaeda no Magrebe Islâmico abatidos na semana passada pelo Exército da Argélia na província de Tebesa, afirma nesta terça-feira, 7, o jornal argelino Liberté. Segundo o jornal, que cita fontes das forças de segurança, os estrangeiros são três tunisianos, dois líbios e um marroquino. Os serviços de segurança dos três países citados colaboraram na identificação dos corpos, acrescenta o jornal. A informação não foi confirmada pela imprensa oficial. O Al-Qaeda no Magrebe Islâmico costuma recrutar voluntários estrangeiros para formar militarmente em seus redutos e enviar ao Iraque ou a outros países para cometer atentados terroristas.

Tudo o que sabemos sobre:
Al-QaedaterroristasArgélia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.