Argélia reconhece o CNT como governo da Líbia

A Argélia reconheceu o Conselho Nacional de Transição (CNT) como o governo legítimo da Líbia. A chancelaria da Argélia declarou nesta quinta-feira a boa vontade de Argel em "trabalhar próxima às novas autoridades líbias". Aliada do ex-governante da Líbia, Muamar Kadafi, a Argélia demorou muito mais que os outros países árabes a reconhecer o novo governo.

AE, Agência Estado

22 Setembro 2011 | 15h29

A mulher de Kadafi, a filha Aisha e o filho Aníbal, além de vários netos do ex-governante, se refugiaram na Argélia após os insurgentes líbios tomarem Tripoli no final de agosto. Os insurgentes acusaram a Argélia de fornecer mercenários a Kadafi, o que o governo argelino sempre negou.

As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Argélia Líbia Kadafi

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.