Argentina: chefe de inteligência militar renuncia

A chefe da inteligência militar da Argentina, Lourdes Puente Olivera, pediu demissão nesta quinta-feira, na sequência da apreensão de um navio de guerra por Gana por uma disputa envolvendo títulos não pagos, disse uma fonte do governo.

Agência Estado

19 de outubro de 2012 | 01h25

A fragata Liberdade, enviada ao país do Oeste Africano para uma missão de treinamento, foi apreendida pela Justiça de Gana no Porto de Tema, a pedido do fundo NML Capital, das Ilhas Cayman, O fundo reivindica o pagamento de uma dívida de cerca de US$ 370 milhões pela Argentina. A apreensão ocorreu no dia 2 de outubro.

A renúncia de Puente Olivera ocorre após outra demissão, a do comandante da Marinha argentina Carlos Alberto Paz, ocorrida na segunda-feira. Em um esforço para atenuar a crise, uma delegação composta pelo vice-secretário de Defesa, Alfredo Forti, e pelo vice-ministro do Exterior, Eduardo Zuain, foi enviada a Gana. A Argentina declarou um calote da dívida soberana há uma década e ainda enfrenta processos judiciais de detentores de títulos não pagos. (Dow Jones)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.