Argentina confirma retomada de voos para o México

O governo argentino anunciou que permitirá os voos entre a Argentina e o México a partir de amanhã. As operações estavam suspensas havia mais de duas semanas, como medida para evitar o contágio da Influenza A (H1N1), a chamada gripe suína. "O tráfego aéreo com o México será restabelecido a partir da meia-noite desta sexta-feira", disse o chefe de Gabinete da Presidência, Sérgio Massa, em entrevista coletiva à imprensa.

MARINA GUIMARÃES, Agencia Estado

14 de maio de 2009 | 20h49

Massa explicou que a decisão de acabar com a suspensão foi tomada porque o México registra atualmente menos casos da doença. O anúncio foi realizado após reunião do comitê formado para coordenar ações de prevenções da gripe suína. Massa informou ainda que o comitê decidiu reforçar o orçamento do Ministério de Saúde com 360 milhões de pesos (R$ 202,6 milhões aproximadamente) para combater a doença que, até o momento, contaminou somente uma pessoa do país, que regressou do México.

O chefe de Gabinete ressaltou que os controles sanitários nos aeroportos internacionais serão mantidos, com ênfase aos passageiros que desembarcam de voos do México, do Canadá e dos Estados Unidos. A retomada das operações com o México já tinha sido decidida ontem, mas o governo só tornou a notícia oficial hoje.

Tudo o que sabemos sobre:
gripe suínaArgentinaMéxicovoos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.