Argentina e Paraguai reforçam segurança na Tríplice Fronteira

Os ministérios da Defesa da Argentina e do Paraguai reforçaram o controle policial e militar na região da Tríplice Fronteira, que compartilham com o Brasil, para evitar atentados relacionados à guerra no Iraque.Na região da Tríplice Fronteira, conjunção dos limites geográficos deFoz do Iguaçu (Brasil), Puerto Iguazú (Argentina) e Ciudad delEste (Paraguai), habitam cerca de 30.000 imigrantes, em sua maioria de origem árabe, que se dedicam ao comércio.O ministro da Defesa do Paraguai, almirante Miguel AngelCandia, disse hoje que o reforço dos controles afeta também o sistema de segurança da hidrelétrica paraguaia-argentina Yacyretá, construída sobre o Rio Paraná, a cerca de 400 quilômetros ao sul de Assunção. Uma das medidas adotadas foi a proibição de turistas na área da hidrelétrica, onde há um museu e um zoológico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.