Argentina mantém em 35% imposto de cartão de crédito

Em entrevista ao jornal local "Pagina 12", o ministro da economia da Argentina, Axel Kicillof, anunciou que voltou atrás e decidiu manter em 35% o imposto sobre compras em dólar no cartão de crédito.

Agência Estado

26 de janeiro de 2014 | 14h01

Na última sexta-feira, o governo havia anunciado que a taxa seria reduzida para 20% a partir de segunda-feira. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Argentinaimposto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.