Argentina não participará de guerra, diz Ruckauf

O Ministério de Relações Exteriores da Argentina informou ontem à noite, em comunicado enviado à imprensa internacional, que o país, principal parceiro do Brasil no Mercosul, não participará de uma eventual guerra entre os Estados Unidos e o Iraque.Depois de um encontro com a presidente do Panamá, Mireya Moscoso, em Buenos Aires, o chanceler Carlos Ruckauf assegurou que a Argentina vai continuar lutando pela paz no Oriente Médio, posição tomada no dia 29 de janeiro, quando enviou uma carta o secretário geral da ONU, Kofi Annan, na qual informava detalhes de uma eventual contribuição do país. "A participação da Argentina será desenvolvida no campo humanitário, exclusivamente", concluía a carta enviada à ONU.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.