ARGENTINA QUER DESCULPAS DA BBC

Programa britânico provoca crise diplomática

O Estado de S.Paulo

22 de outubro de 2014 | 02h04

A embaixadora da Argentina na Grã-Bretanha, Alicia Castro, exigiu que a rede de televisão BBC se desculpe pela desastrosa viagem do programa Top Gear pelo país sul-americano. Em setembro, integrantes da equipe da série tiveram de sair às pressas da Argentina, sob violentos protestos, por estarem dirigindo um carro com a placa H982 FKL. Argentinos interpretaram o código como referência ao ano da guerra contra os britânicos pela soberania das Ilhas Malvinas, ou Falklands.

O apresentador do programa que dirigiu o veículo, Jeremy Clarkson, acusou as autoridades argentinas de insuflarem a polêmica com a intenção de criar "capital político". A BBC afirma que a placa foi apenas uma coincidência.

A diplomacia argentina se queixou à emissora britânica e disse que Clarkson teve um comportamento ofensivo e provocativo. Em comunicado oficial emitido pela embaixada argentina em Londres, ela lamentou profundamente as acusações ao governo feitas por Clarkson.

A BBC disse que seguirá os procedimentos habituais de recebimento de queixas.

O Top Gear, que mistura curiosidades sobre automóveis com piadas, é um dos programas mais famosos da BBC, transmitido em mais de 100 países. Essa não foi a primeira vez em que a série se envolveu em polêmicas. Em 2011, o canal pediu desculpas ao México depois que Clarkson e seus convidados chamaram os mexicanos de lerdos e preguiçosos.

No começo deste ano, o apresentador se desculpou por ter utilizado palavras racistas durante gravações. / AP

Tudo o que sabemos sobre:
ArgentinaBBC

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.